• Treinamento de "inbounds" deste ano 2013.

    Qui, 17 de Outubro de 2013 08:42
  • seleção de intercâmbio

    Sex, 11 de Julho de 2014 17:11
  • Primeiro RYLA Nacional

    Ter, 15 de Setembro de 2009 20:36
  • Programa de Longo Prazo

    Ter, 15 de Setembro de 2009 20:34
  • Jovens do Distrito 4530 finalizam os preparativos para o intercâmbio 2010/2011

    Sex, 24 de Julho de 2009 21:00

É obrigatório que as regras básicas do programa sejam seguidas, pois foram elaboradas para a proteção de todos os envolvidos. O estudante atua como embaixador de seu país e, portanto, espera-se que aja de maneira responsável. As normas adotadas têm base no bom senso, e são explicadas detalhadamente nas sessões de orientação. Algumas delas são:

  • Não dirigir veículos motorizados.
  • Não consumir bebidas alcoólicas ou drogas ilegais.
  • Obter permissão especial para viajar para fora da região do intercâmbio.
  • Não envolver-se em relacionamentos românticos ou atividades sexuais durante o intercâmbio.

O Rotary Club e distrito anfitrião também instituem suas próprias regras, as quais variam conforme a cultura, costumes e leis locais. Algumas normas podem parecer demasiadamente rigorosas, mas deve-se lembrar que foram adotadas como resultado de experiência prática, e a falta de obediência a elas pode levar o jovem a ser enviado de volta a seu país de origem. Essas normas refletem o compromisso do clube e distrito com a proteção do estudante durante o intercâmbio, sendo essencial que este sane todas suas dúvidas antes da viagem. Os participantes de intercâmbio de longa duração são também obrigados a freqüentar uma escola local. A maioria entra no país anfitrião com um visto de estudante, e o não comparecimento às aulas pode resultar em seu regresso antecipado. É importante que o jovem entenda essas regras, suas responsabilidades, as expectativas da família anfitriã e dos rotarianos envolvidos no programa, bem como as providências tomadas pelos Rotary Clubs e distritos patrocinadores e anfitriões. As sessões de orientação e o processo de seleção provêm várias oportunidades para formular perguntas e dirimir dúvidas. Quanto mais conhecimento o estudante tiver sobre o intercâmbio, melhor preparado estará para enfrentar as situações que surgirem. Alguma ansiedade sobre a viagem é natural, mas antes de se aventurar a ir morar em outro país, com uma família estranha, o jovem tem que ter certeza que conhece e se sente confortável com todos os detalhes. Se sentir alguma reserva ou dúvida com relação ao programa ou ao cumprimento de suas responsabilidades, não deve aceitar viajar. O Intercâmbio de Jovens é uma grande oportunidade, mas os participantes devem estar conscientes do desafio que enfrentam e de seus direitos e responsabilidades